11 Hábitos femininos aparentemente inofensivos que boa parte dos homens não gosta



1. Invadir o espaço pessoal

11 Hábitos femininos aparentemente inofensivos que boa parte dos homens não gosta

Isso acontece com mais frequência no começo da vida em comum e até parece uma história bastante engraçada. Se o homem não se rebela, um futuro nada invejável o aguarda, uma vez que não poderá dar um passo adiante sem a aprovação da sua amada esposa.

A propósito, há uma explicação simples para isso: as mulheres em geral são mais sociáveis que os homens e, portanto, sentem-se mais confortáveis quando estão próximas umas das outras. Mas a natureza masculina supõe uma alta territorialidade, ou seja, os homens precisam de seu espaço pessoal para poderem se sentir seguros e tranquilos.

2. Comportar-se como uma criança

11 Hábitos femininos aparentemente inofensivos que boa parte dos homens não gosta

As mulheres podem falar intensamente sobre qualquer situação da vida, mesmo a mais insignificante. Durante horas. O problema é que o fluxo de emoções geralmente dirige-se ao homem acostumado a uma linguagem lógica e clara, enquanto tudo o mais simplesmente o assusta.

A maioria dos homens prefere a capacidade de se controlar e de ser responsável por suas emoções diante da impulsividade. Isso não significa que você não deva mostrar seus sentimentos, mas a capacidade de prever a resposta do parceiro deve se desenvolver.

3. Brincar de charadas

Há mulheres que, quando não podem dizer algo clara e diretamente, mas precisam transmitir essa informação, recorrem a charadas e adivinhas. Como regra geral, essa atitude não leva a nada de bom. O pensamento dos homens se baseia em ser direto e eles são simplesmente incapazes de decodificar enigmas femininos desse tipo.

Se uma mulher quer ser entendida corretamente, é melhor dizer tudo em voz alta sem omitir os detalhes, especialmente se eles podem ser interpretados de forma diferente.

4. Interpretar o papel de tímida

As mulheres podem esconder suas virtudes e parecer mais tolas do que realmente são. Em algumas situações, essa abordagem é muito confortável, mas não deve ser exagerada ou abusada. O desejo natural é comportar-se de tal maneira que os homens nos protejam, cuidem de nós ou, pelo menos, tenham empatia, sendo a maneira mais fácil de conseguir interpretar o papel de uma fêmea tímida.

O problema é que os homens gostam de timidez, mas em certas doses, e se ele percebe que a mulher está exagerando, então simplesmente deixará de confiar nela.

5. Fazer perguntas perigosas

“Eu engordei. Estou melhor ou pior?”, “O vestido não me deixa como a Angelina Jolie, não é?”. Estas são perguntas para as quais os homens não conseguem boas respostas porque simplesmente acabam se sentindo perdidos, sem saber o que responder. E se a frase desajeitada “você é a mais bela de todas”, não for a resposta que agrada uma mulher, pode resultar mais outra porção de censuras surgidas do nada.



6. Tentar se tornar a garota da capa

Primeiro, falemos dos cosméticos. A maquiagem é uma maneira ideal de enfatizar as vantagens e disfarçar os pontos fracos, mas a variante natural é sempre preferível à “pintura da guerra”, pelo menos por razões psicológicas: a falta de cosméticos mostra que a mulher não tem vergonha de si mesma e está aberta ao mundo, o que significa que sua autoestima vai de vento em popa.

A maquiagem marcante dá a impressão de que quem a usa é incrédula e reservada.

Além disso, os homens têm uma ideia de beleza ligeiramente diferente das mulheres, como já foi demonstrado em 1989. O psicólogo Russell Clark conduziu um experimento: um grupo de mulheres com aparência normal e uma leve desordem em suas roupas se aproximou de homens desconhecidos oferecendo-se para acompanhá-los a suas casas. 75% dos sujeitos aceitaram a oferta, sendo que a ausência de maquiagem nelas predominou.

7. Manipular abertamente

A manipulação dura e irrestrita só causa irritação na outra pessoa, e algum dia, em vez de ceder a um pedido, por exemplo, seu parceiro pode simplesmente “não perceber” o fluxo de lágrimas e acabar saindo fora.

A manipulação basicamente assusta a maioria dos homens porque revela uma alta inteligência. Como os sociólogos já descobriram, boa parte dos homens ainda teme mulheres inteligentes.

Para construir um relacionamento com base na confiança e que seja forte, a mulher deve falar diretamente sobre seus desejos. É uma maneira simples e honesta e, portanto, a melhor maneira de interagir com seu parceiro.

8. Esperar do homem aquilo que não prometeu

11 Hábitos femininos aparentemente inofensivos que boa parte dos homens não gosta

As mulheres se apaixonam pelas possibilidades potenciais dos homens e, depois de um tempo, ficam desapontadas com elas. Além disso, muitas vezes, não é o aspecto material da vida, e sim em áreas mais sutis: diferentes visões sobre crianças, carreira, viagens e afins.

A única maneira de evitar esse problema é falar aberta e honestamente, com antecedência, sobre os tópicos de discussão possíveis, em vez de elaborar planos mentais sobre como o casal se comportará numa determinada situação.

9. Criticar outras mulheres

Quanto mais abundantes e afiadas as críticas que a mulher conta para outras conhecidas e desconhecidas, mais ela convencerá seu parceiro de suas próprias deficiências.

Criticam apenas as pessoas inseguras de si mesmas.

  • As pessoas invejosas são propensas à calúnia e à fofoca.
  • Fofocas venenosas podem revelar a vontade e desejo de vitimização e um desejo inconsciente de manipular os outros.

10. Deixar tudo bagunçado e não seguir as normas de higiene

11 Hábitos femininos aparentemente inofensivos que boa parte dos homens não gosta

De acordo com estudos recentes, os homens monitoram cuidadosamente a higiene pessoal e a limpeza geral em casa, assim como as mulheres.

11. Dar ordens

O desejo de comandar não é inerente a todas as mulheres. Como regra geral, esta é a marca de uma profissão que implica poder total ou parcial sobre as demais. Com o tempo, o costume de dar ordens pode literalmente se arraigar na personalidade.

Os homens são seres de natureza agressiva e, portanto, lutam para controlar todas as situações. É natural que eles queiram se colocar à frente da família e tomem decisões importantes. Se isso não acontecer, com o tempo, o parceiro pode abandonar ou simplesmente se tornar um complemento para uma esposa forte. FONTE