Homem acusado de racismo por lavar roupa branca à parte



Um homem de 34 anos foi acusado de racismo depois de dizer à sua vizinha de raça negra que lavava a roupa branca à parte.

O acusado, antigo trabalhador ferroviário de Vila do Conde, de 34 anos, na sexta-feira à tarde disse à vizinha numa conversa banal que lavava a roupa branca separada, a vizinha, sem deixar o homem acabar,  partiu para agressão verbal e física.



Segundo a fonte, o marido da mulher meteu-se ao barulho e também chegou a agredir o pobre coitado. “Eu só vi um casal de raça negra a insultar e a bater num homem”, disse uma testemunha.

A confusão acabou quando a policia foi chamada ao local para apurar os fatos.