Homem da Amadora morre de Covid-19 depois de ser alvejado pela polícia

A família de um jovem 25 de anos da Amadora está revoltada por dizerem no hospital que o rapaz tinha falecido vitima do coronavírus, quando na verdade, foi alvejado.



Paulo Santos, entrou no hospital de urgência ontem por volta das 20h. A família foi avisada de seguida.

“Disseram-me no hospital que um desconhecido tinha chamado a ambulância porque o meu sobrinho estava no chão com falta de ar. Disseram que tinham feito exames e que estava infetado com o coronavirus.”



Porém, uma testemunha disse à família do rapaz que ele tinha sido alvejado por um policia de patrulha, o que causou indignação na família do jovem.

Já foi aberta uma investigação para apurar o que de facto aconteceu.