José Castelo Branco vende milhares de máscaras com o cheiro de sua “v#gina”

A moda vem e vai, algumas até voltam depois de décadas. Outros, no entanto, surgem devido a certas circunstâncias, como a atual pandemia.



Com isso, a figura bem conhecida dos portugueses José Castelo Branco aprendeu a tirar proveito, que após o uso obrigatório de máscaras, estabeleceu um acordo com uma empresa localizada não identificada dedicada à fabricação de essências perfumadas e depois de extrair seu próprio corrimento “v#ginal”, uma máscara foi comercializada cheiro básico da sua v#gina.

“Quis marcar a diferença e fazer algo bem bizarro. O produto final foi melhor do que imaginamos”, disse o protagonista dessa ideia maluca.

Artigo satírico apenas para entretenimento