Zelador de um banco de esperma suspeito de ter 20.000 filhos em um período de 20 anos

Robert Casgrain, 58, que trabalhava como zelador na clínica de fertilidade de Toronto desde 1996, é suspeito pelos administradores de trocar centenas de espécimes de sêmen com seu próprio esperma durante um período de 20 anos.



Os administradores alegam no relatório oficial da polícia que estimam que Casgrain poderia ser o pai de mais de 22.000 crianças durante um período de duas décadas.

Embora os motivos de Robert Casgrain para substituir as amostras dos doadores de esperma por seus próprios não estejam claros no momento, especialistas jurídicos acreditam que essas revelações podem desencadear um potencial processo de ação coletiva contra o ex-zelador.



Os administradores da clínica de fertilidade foram avisados ​​pelos funcionários do comportamento irregular de Casgrain e instalaram câmeras escondidas no laboratório de embriologia no mês passado, antes de eventualmente entrar em contato com a polícia.

De acordo com um funcionário que testemunhou as imagens de vigilância, Casgrain é visto esvaziando os frascos de sêmen em uma pia e enchendo um com seu próprio esperma enquanto se masturbava com material pornográfico.



Embora seja impossível no momento saber quantos nascimentos resultaram das manipulações de Robert Casgrain no laboratório de embriologia, os testes de DNA realizados em amostras clínicas durante o próximo ano devem autenticar quais amostras são de Casgrain.

Especialistas jurídicos acreditam que Casgrain pode enfrentar uma sentença de até 18 meses e até três a cinco anos de prisão, de acordo com as leis canadenses atuais.

Fonte: worldnewsdailyreport